21 de jul de 2011

Marcha da maconha, parada gay: liberdade ou afronta à sociedade?

Liberdade. Liberdade que é conquista de um povo que a muito tempo viveu em estado de "Pai afasta de mim este cáli - se". Uma afronta à sociedade é o que fazem nossos políticos quando nos roubam em vez de representar - nos.

Movimentos como a marcha da maconha, parada gay, aprovação da união civil entre pessoas do mesmo sexo, entre outros, são apenas vozes de um povo que durante muito tempo viveu reprimido primeiro pela igreja, depois reis e burguesia, em seguida ditadura, agora por fim a maioria tem voz e quer usa - la. Não estou dizendo que apoio ou que discordo apenas defendo que é um ato de liberdade. Na sociedade atual existe coisa muito pior que pode e deveria ser considerado uma afronta à sociedade, como por exemplo os nossos representantes político, eles sim deveriam ser considerados uma afronta à sociedade e então julgados por seus crimes, embora eles não tenham tanta culpa já que eles só assumem tais cargos por erros de toda uma sociedade. E o que pensar de uma sociedade que escolhe ladrões corruptos para representá -la? "Das duas uma" ou ela é também ladra e corrupta e está ganhando "por fora" ou é burra, talvez por isso alguns enxerguem um ato de liberdade uma afronta à sociedade, deixando passar despercebido ou tentando maquiar o seu maior erro a escolha inadequada de seus representantes.

Sócrates nos deixou um texto muito interessante cujo título é " O mito da caverna", no qual aqueles que forem incapazes de sair da caverna serão também incapazes de ver tais movimentos como um ato de liberdade, e então acreditarão ser realidade as imagens projetadas na parede da caverna pela luz do poder.




Alane Dantas

Nenhum comentário: