1 de ago de 2008

Amigos

Fazia tanto tempo que eu não pegava neste blog e tantas pessoas me cobrando,que decidi colocar algo. Mais aí vem o primeiro probleminha publicar o que? Tanta coisa pra se falar,que escolher apenas uma fica meio difícil. Mais ainda bem que na vida agente constroi grandes amizades e uma certa pessoinha (que considero quase que uma irmã e talvez ela nem saiba disso)pequenininha no tamanho,porém gigantesca em conhecimento,simpatia,... Me deu algumas "ideias" digamos assim,ela falou para mim procurar algo dentro de mim,algo que eu realmente considerasse importante,e foi o que eu fiz. Achei algo que me marcou,e que talvez eu nunca esqueça.....

Amizades

Já ouviram aquela frase "As vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas,mais com o passar do tempo percebemos que grandes eram os sonhos e as pessoas pequenas de mais."Pois é, o que aconteceu comigo foi exactamente isto, eu confiava de mais em uma certa "amiga", para mim ela era como se fosse a substituta da minha irmã (afinal nos conhecemos quase no mesmo ano em que a minha irmã morreu), o único problema é que acho que pra ela não era a mesma coisa, eu a considerava de mais, construía sonhos em cima de nossa amizade, sonhos que aos poucos foram desmoronando em cima de mim, e eu nem imaginava que isso iria acontecer, na verdade quem via a nossa amizade até chegava a dizer que agente ia morrer solteiras pra não ter que separar, mais não foi o que aconteceu, de repente do nada ela parou de falar com migo, e o pior é que até hoje eu nunca soube o porque. Aí eu logo coloquei na cabeça que alguma coisa de muito errado eu tinha feito com ela pra ela deixar de falar com migo, e como não sei o porque tentei mudar meu jeito de ser por completo, cheguei a pedir desculpas a ela por algo que eu nem sei o que é, e pra piorar só mais um pouquinho eu criei um trauma onde no meu pensamento eu não podia me aproximar de mais ninguém porque eu ia fazer a mesma coisa que eu fiz com ela e a pessoa(que eu teria me aproximado) também ia parar de falar comigo e eu ia acabar sem amigos.
Hoje em dia ela está voltando a falar comigo mais tenho medo de confiar nela novamente e acontecer tudo de novo, acho que uma segunda vez eu não aguento...

Bom em relação ao trauma está quase que totalmente "curado", e a vida tratou de me recompensar muito bem com vários outros amigos, claro que jamais vou esquecer dela, mais a vida continua, e é como sempre digo decepções não matam, ensinam a viver, e eu estou só começando...

Alane Dantas!!!